Imagem

Desde a minha primeira visita à Romênia, mais de um ano atrás, meu sonho era visitar o Libearty, um santuário de ursos marrons e o maior da Europa. Localizado a 30km de Brasov, uma das maiores cidades do país, chegar lá não é tão fácil sem um carro por ser uma reserva natural e eu – que não sei dirigir, nem tinha ninguém que pudesse me levar – deixei quieto na época. Finalmente retornei à terra do Drácula depois de tanto tempo e tive a oportunidade de visitar esse lugar maravilhoso, num dia tão especial: meu aniversário (ok, um dia depois, mas vamos romantizar a coisa aqui).

Fundado em 2005 por Cristina Lapis, Libearty está longe de ser um zoológico. Aliás, eles resgatam ursos até mesmo dos que os maltratam, já que na União Europeia existe um certo padrão que todos os zoológicos devem seguir. Cristina sentiu necessidade de construir o santuário quase dez anos antes de sua data de abertura, ao se deparar com 3 ursos enjaulados num restaurante que tentava atrair turistas. Desde então, criou também a associação Milhões de Amigos em defesa dos animais.

A área onde o santuário está localizado consiste de nada menos que 700.000m² e foi doada pelo Município de Zarnesti. Infelizmente, cercas ainda são necessárias, pois nenhum dos ursos resgatados sobreviveriam se voltassem às florestas. De ursos encontrados com menos de 50kg, morrendo de fome, a ursos de circo alimentados a base de McDonald’s e cerveja (sim!), as histórias são de cortar o coração e perceber como o ser humano pode ir longe em sua maldade. Uma das histórias mais impressionantes foi a de um urso que nunca mais recuperará sua visão: seus olhos foram perfurados com agulhas para não reagir a flashes de turistas que desejassem tirar fotos com ele, muitos anos atrás, numa cidade romena.

Ao ouvir cada história, o maior desejo é de abraçar aqueles seres que, de verdade, parecem tão inocentes, e tentar descobrir uma forma de explicar pra eles que apesar da má sorte que eles tiveram, nem todos humanos são ruins – na minha cabeça, gosto de pensar que a maioria é bom. Mas ao vê-los se reintegrando, brincando na neve, subindo nas árvores, é fácil perceber que eles já sabem disso, graças a equipe desse espaço incrível.

Hoje em dia, o santuário conta com quase cem ursos. Durante a visita, vimos em torno de 20 a 30. Alguns ainda estão hibernando, outros em quarentena, outros simplesmente andando pelo espaço enorme que ainda estão descobrindo e cresceram sem imaginar que existisse. As visitas, sempre guiadas em romeno e inglês, acontecem de terça à domingo em apenas 3 horários, na parte da manhã. A entrada nessa época do ano custa 40 RON (cerca de R$30,00) e doações são sempre bem vindas, tanto no local como online, através do site oficial.

Com o coração feliz por tantos animais com uma vida tão triste hoje terem encontrado paz, uma parte não deixa de imaginar quantos outros não continuam sofrendo por aí. A associação continua na luta para trazer mais animais que já foram encontrados sob maus tratos mas ainda não foram liberados. Se antes a vontade era conhecer o Libearty, hoje é de voltar em breve pra ouvir novas histórias com finais feliz.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *